Acreditamos na facilitação como uma prática que pode ser desenvolvida e utilizada em diferentes contextos.

EscoladeFacilitadores.JPG

Esse desenho foi o resultado da nossa primeira reunião oficial sobre a Escola de Facilitadores, um sonho que sairá do papel em 2019.

Após três anos facilitando processos de grupo em organizações de diferentes tamanhos e regiões do Brasil e realizando cursos sobre facilitação como Crie Engajamento, Kaospilot: Repense Educação, entre outros, a Manifesto 55 lança a Escola de Facilitadores.

A Escola nasce com o propósito de fortalecer a rede de Facilitadores, contribuindo no seu desenvolvimento pessoal e profissional, além de promover a conexão entre eles através de uma comunidade ativa que troca experiências e práticas sobre facilitação.


Mas o que é facilitação?

A palavra facilitação aparece cada vez mais em ambientes corporativos e na área de educação como um dos novos jeitos de liderar pessoas e ensinar. Para entender a facilitação de grupos é simples: significa que você, como professor ou gestor de equipes, precisa organizar as conversas e aulas de maneira mais engajadora. Como? Ao fazer perguntas, estimular o diálogo, escutar com empatia e pensar sobre atividades que deixam as pessoas refletirem e criarem as próprias respostas. Mas facilitação é muito mais do que isso, é um jeito de lidar e pensar que trata com pessoas de um jeito inspirador, ao olhar com atenção o público que está facilitando.

Na Manifesto 55 dizemos que facilitação é fazer as perguntas certas para as pessoas certas nos momentos certos. Leia esse artigo para entender mais sobre esse conceito.


Além da Escola, uma comunidade que gera trabalho, conhecimento e troca de experiências.

Desenvolver competências é o objetivo de toda Escola e por aqui não é diferente. No entanto, entendemos a facilitação como um estilo de vida e nos enxergamos com parte desse movimento, que também contribui das seguintes formas:

Comunidade: muito mais que os conhecimentos, práticas e experiências obtidas durante o curso, acreditamos no poder da rede que se fortalece a cada nova turma e em tudo que é gerado pós-curso. Todos os alunos da Escola de Facilitadores passam a fazer parte dessa rede.

Lab de Facilitação: os alunos da Escola poderão participar, como ouvintes ou Co-facilitadores, de projetos realizados pela Manifesto 55 em diversas empresas do Brasil, para que os mesmos pratiquem e se desenvolvam enquanto Facilitador. Além disso, os alunos que finalizam o Módulo III poderão ser convidados a se tornar um Manifellow - associado da Manifesto 55 apto a facilitar projetos in company e aulas na Escola.

Mentoria: nossos alunos recebem três sessões de mentoria após o curso, para continuar o processo de desenvolvimento. Entendemos essas sessões como pílulas motivacionais e também para acompanhar os resultados. Essas sessões poderão ser realizadas pelos Facilitadores da Escola ou pelos próprios participantes, em sessões presenciais ou online.

Os facilitadores da Escola de Facilitadores trazem sua expertise em promover experiências transformadoras, que combinam diferentes elementos da andragogia, aprendizagem vivencial, psicologia positiva e ferramentas de diálogo estruturado, escuta, cocriação e processos que permitem aos participantes serem protagonistas do processo, e corresponsáveis pelo resultado dos workshops.


Equipe da Escola de Facilitadores

Clique nas fotos para saber mais

Henrique Versteeg-Vedana

Bruna Neto

Florentine Versteeg-Vedana

Gabriel Holmes

Michel Grahl

Diego Dornelles

Bruna Elisa


Facilitadores associados

Clique nas fotos para saber mais.

Dreyson Queiroz

Timóteo Farias

Tales Gubes

Thiago Freire

Tenile Vicenzi